Skip to content

Pledges

Pledges

Acreditamos que integrar iniciativas nacionais e globais, que estão alinhadas ao nosso propósito de atuação com foco nas relações humanas, é uma maneira consciente e eficaz de contribuir com a construção de paradigmas inovadores na área de prevenção e resolução de disputas.

Por essa razão, a MAMG Advogados é signatária de importantes pledges, compromissos públicos internacionais que visam promover maior equidade e diversidade à área jurídica, incentivar práticas sustentáveis e implementar políticas empenhadas em evitar litígios.

Conheça um pouco mais das pledges que somos signatários:

 

O CPR Dispute Prevention Pledge for Business Relationships é um compromisso público internacional que recomenda a adoção de técnicas e práticas de prevenção de disputas para preservar relações comerciais e evitar litígios de forma rápida, eficiente e econômica.

O compromisso foi disponibilizado para assinaturas pelo International Institute for Conflict Prevention & Resolution (CPR), organização norte americana que é internacionalmente reconhecida como uma referência das melhores práticas de prevenção e resolução de disputas, inclusive por meio da administração de procedimentos e indicação de neutros e facilitadores.

Saiba mais sobre o CPR Institute.

A Campaign for Greener Arbitrations: The Green Pledge traz recomendações internacionais que visam minimizar o impacto ambiental de práticas da área da arbitragem.

The Green Pledge orienta que, quando apropriado, testemunhas e peritos prestem depoimento por videoconferência, evitando deslocamentos para o comparecimento em audiências. A pledge sugere, ainda, o uso da videoconferência como alternativa à viagens, além da compensação de emissões de carbono para deslocamentos de longa distância relacionados à área da arbitragem.

As recomendações deste acordo incluem ainda a redução do consumo e do desperdício de energia nos escritórios, o incentivo à utilização de cópias eletrônicas de documentos e prioridade à contratação de fornecedores e prestadores de serviços que estejam empenhados em reduzir suas pegadas ambientais.

Saiba mais sobre The Green Pledge.

A Campaign for Greener Arbitrations: The Green Pledge traz recomendações internacionais que visam minimizar o impacto ambiental de práticas da área da arbitragem.

The Green Pledge orienta que, quando apropriado, testemunhas e peritos prestem depoimento por videoconferência, evitando deslocamentos para o comparecimento em audiências. A pledge sugere, ainda, o uso da videoconferência como alternativa à viagens, além da compensação de emissões de carbono para deslocamentos de longa distância relacionados à área da arbitragem.

As recomendações deste acordo incluem ainda a redução do consumo e do desperdício de energia nos escritórios, o incentivo à utilização de cópias eletrônicas de documentos e prioridade à contratação de fornecedores e prestadores de serviços que estejam empenhados em reduzir suas pegadas ambientais.

Saiba mais sobre The Green Pledge.

A Equal Representation in Arbitration (ERA) Pledge é um compromisso global com o propósito de melhorar a representatividade das mulheres na arbitragem e aumentar o número de nomeações de mulheres nos tribunais arbitrais, buscando alcançar a paridade de gênero nesta área do direito.

O ERA Pledge estabelece medidas concretas a serem adotadas por seus signatários para auxiliar a comunidade arbitral a aplicar a igualdade de oportunidades, que contempla que as nomeações em arbitragem, assim como outras oportunidades neste campo jurídico (conferências, comitês, atividades acadêmicas, listas de árbitros, etc.), devem ser baseadas em condições de igualdade entre homens e mulheres.

Este compromisso é resultado de um esforço colaborativo entre representantes de Estados, empresas, instituições arbitrais, profissionais de arbitragem – tanto advogados como árbitros – e acadêmicos de todo o mundo.

Saiba mais sobre o ERA Pledge.

O CPR’s Diversity Commitment foi criado para promover maior diversidade e inclusão na advocacia de arbitragem em todo o mundo.

Elaborada pelo International Institute for Conflict Prevention & Resolution (CPR), essa pledge está empenhada em encorajar todas as formas de diversidade, equidade e inclusão na resolução de disputas. Seu objetivo, em particular, é promover um aumento da participação de mulheres, negros e representantes da comunidade LGBTQIAP+ nos processos de mediação e arbitragem.

Articular com clientes o debate sobre a valorização da diversidade, em especial no que diz respeito à inclusão de profissionais que se identifiquem como não cisgênero na lista de mediadores ou árbitros, é uma das atribuições previstas aos assinantes do “CPR’s Diversity Commitment”.

Além disso, o CPR reforça o compromisso ao fornecer uma lista de profissionais de arbitragem composta por ao menos 30% de representantes de grupos minoritários, e se propõe a, quando em oportunidade de realizar uma nomeação, indicar ao menos 30% de profissionais que se definam como pessoas de gêneros neutros.

Saiba mais sobre este compromisso público pela diversidade.

O CPR’s Diversity Commitment foi criado para promover maior diversidade e inclusão na advocacia de arbitragem em todo o mundo.

Elaborada pelo International Institute for Conflict Prevention & Resolution (CPR), essa pledge está empenhada em encorajar todas as formas de diversidade, equidade e inclusão na resolução de disputas. Seu objetivo, em particular, é promover um aumento da participação de mulheres, negros e representantes da comunidade LGBTQIAP+ nos processos de mediação e arbitragem.

Articular com clientes o debate sobre a valorização da diversidade, em especial no que diz respeito à inclusão de profissionais que se identifiquem como não cisgênero na lista de mediadores ou árbitros, é uma das atribuições previstas aos assinantes do “CPR’s Diversity Commitment”.

Além disso, o CPR reforça o compromisso ao fornecer uma lista de profissionais de arbitragem composta por ao menos 30% de representantes de grupos minoritários, e se propõe a, quando em oportunidade de realizar uma nomeação, indicar ao menos 30% de profissionais que se definam como pessoas de gêneros neutros.

Saiba mais sobre este compromisso público pela diversidade.